Sejamos bons

Posted: 23 de Outubro de 2013 in Uncategorized

Sua história de vida lembrava muito a vida do bom samaritano, personagem de uma das parábolas de Jesus. Ajudava sempre quem precisava pelos caminhos de sua vida.

Semelhante também ao bom samaritano, não era cristão. Nunca confessou Jesus como seu senhor e seu salvador.

Tinha como crença alguns deuses que aprendeu com seus pais.

Apenas viveu cuidando das necessidades de homens abandonados pelo seu povo.

Não mereceria receber o título de cristão já que nunca foi evangélico ou católico.

Segundo algumas crenças destes grupos não poderia ir para o céu já que entraria pelas obras e não pela fé, algo inaceitável.

Aparentemente ele não atendia critérios vitais para escapar da condenação.

Mas mereceria ser chamado de bom por Jesus como foi o samaritano.

Semelhante ao bom samaritano e a este outro bom homem, vivo os meus dias não para ganhar um lugar no céu, mas para que um dia, aquele que pregou o amor, possa dizer que eu fui um bom homem.

Anúncios

Os comentários estão fechados.