Fora da Zona de Conforto! [12/08/09]

Posted: 12 de Agosto de 2009 in Uncategorized

Doenças Negligenciadas ainda matam 1 milhão por ano no mundo

Com investimentos crescentes, em torno de R$ 75 milhões ao ano, Brasil lidera a lista dos países em desenvolvimento que mais têm aplicado recursos em estudos de novas formas de tratamento para estas doenças, que afetam as populações mais empobrecidas. Apesar do esforço do setor público, solução para o problema esbarra na falta de interesse da indústria farmacêutica, que não vê um mercado lucrativo que justifique a pesquisa de medicamentos mais eficazes e menos agressivos.
Acesse neste link o pdf sobre as 6 doenças negligenciadas e os projetos da DNDi.

Fiscalização avança, mas não é o suficiente para erradicar o trabalho escravo

Entre 2003 e 2008, o Grupo Móvel libertou 26.890 trabalhadores em 1.368 estabelecimentos. Entretanto, a quantidade de pessoas libertas não significa exatamente que o combate ao trabalho escravo melhorou ou piorou no país. Para o coordenador geral da repórter Brasil, Leonardo Sakamoto, avaliar a situação do combate ao trabalho escravo depende de vários fatores, e não somente da quantidade de pessoas libertas. Segundo ele, o número de libertos reflete que está havendo denúncias e fiscalizações nas fazendas, o que é um avanço, “mas não o suficiente para erradicar o problema”.


A Chechênia: “uma zona totalmente sem lei”
(…) é extremamente grave porque uma organização como a “Salvemos a geração” faz um trabalho puramente humanitário. Eles defendem os direitos e os interesses das crianças mutiladas pelas minas antipessoais. Em um país onde o serviço público é deficiente, onde o sistema é corrupto e onde tudo pode ser comprado, é fundamental que exista uma ONG que cuide das vítimas sem entrar nesse sistema de pagamento exorbitante.

Manifestantes pedem remédio mais baratos em conferência HIV/Aids
“Hepatite C + silêncio = morte”, estava escrito nos cartazes levados pelos manifestantes, que acusavam a gigante farmacêutica Roche de aumentar o preço do remédio para tratar o vírus da hepatite C (HCV), dificultando o acesso para pacientes que estão morrendo. Os manifestantes disseram que o remédio pegylated interferon, vendido pela Roche e que pode exterminar o vírus, custa 1.500 dólares por mês.

Abuso infantil é crescente na América Latina e no Caribe
Artigo divulgado em boletim da Cepal e do Unicef revela que crianças e adolescentes até 18 anos sofrem diariamente maus tratos físicos e psicológicos; No Brasil, Disque Denúncia já recebeu 51.972 denúncias de violência física e psicológica contra crianças e adolescentes.

África poderá ser a mais afetada pela gripe A, diz ministro
Com 591 infectados no país (África do Sul), o ministro alertou para a possibilidade de a África ser o continente mais afetado pela pandemia, “uma vez que é bem sabido que este continente é sempre o mais afetado por qualquer eclosão de doenças transmissíveis, como foram os casos do HIV, tuberculose ou uma das febres hemorrágicas”.

Embaixador dos EUA pede US$ 2,5 bi extras para reconstrução no Afeganistão

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s